Do pedetista Pompeo de Mattos (RS), o Projeto de Lei 1262/20 suspende o pagamento das prestações do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), assim como os encargos operacionais do financiamento durante o estado de calamidade em saúde, em vigor até 31 de dezembro. Pela proposta, os valores não pagos serão parcelados em 24, separadamente do restante da dívida, sem incidência de juros.
De acordo com Pompeo de Mattos, nesse momento de apreensão em virtude da crise causada pela pandemia da Covid-19, as ações preventivas do Poder Público são fundamentais para evitar maiores danos à população. “E não podemos esquecer os estudantes financiados pelo Fies, tendo em vista que eles são prejudicados por carregarem consigo uma dívida após o término do curso em um momento de alto desemprego e reduções salariais”, ressalta.

Fonte: PDT na Câmara.